25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

VARIEDADES Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019, 14:27 - A | A

Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019, 14h:27 - A | A

CAFÉ

Mineiro abre café nos fundos de casa e faz sucesso com ‘delícias’ de sua terra

Olhar Conceito

Foi há cerca de dois anos que o mineiro Hélio Costa Junior viu que havia uma oportunidade de mercado em Cuiabá, quando, sempre que voltava de viagens a sua cidade natal - Lagoa da Prata - os amigos ficavam ‘enlouquecidos’ pelos queijos e outros quitutes que trazia. Aos poucos, transformou isso num negócio de entregas e, há dois meses, decidiu abrir um café nos fundos de sua casa para servir algumas delícias, como os queijos recheados da Serra de Canastra e o pão de queijo feito na chapa e recheado com linguiça suína artesanal e requeijão mineiro em barra.
 


 
“Tudo começou através dos irmãos da igreja onde congrego, que sempre pediam que quando eu viesse de Minas Gerais lembrasse deles e trouxesse um queijo de presente”, lembra. “Iniciei trazendo primeiramente pro meu pastor, e em seguida trouxe pra um e pra outro, mas logo rolou um ciúme de alguns”.

 
Como não conseguia presentear a todos, Hélio decidiu começar a vender os quitutes, e viu aí uma forma de renda extra – algo que ele já estava acostumado a fazer, visto que trabalha com vendas desde os dezesseis anos, e já viajou todo o Brasil fazendo comércio.
 
“Com o passar do tempo vi que o ramo é promissor, e que Cuiabá é carente nessa área. No início, trazia somente queijos e doces da minha cidade, mas há alguns meses, junto com um primo que também esta iniciando no ramo na cidade de Nova Mutum, fomos garimpar a região da Serra da Canastra, conhecida e premiada mundialmente pelos queijos deliciosos que produz. Nesta viagem se abriu um grande leque de produtos, e aos poucos estamos trazendo um pouco da nossa cultura mineira para os cuiabanos se deliciarem”, conta o comerciante.

Hélio e Daniele (Foto: Arquivo Pessoal)


Foram dois anos vendendo somente pelo ‘boca a boca’ e pela página no Instagram, até que, há dois meses – já insatisfeito com a linha de cosméticos que vendia – ele descobriu um pão de queijo saboroso e com muita qualidade, e decidiu montar o café “para ver no que ia dar”. Ele fica nos fundos da casa de Hélio e sua esposa Daniele Oliveira Costa, no Jardim Gramado, e são somente os dois, com ajuda da filha, que trabalham no local.
 
Dentre os produtos disponíveis no cardápio estão, por exemplo, o pão de queijo ‘legítimo’, por R$0,70 a unidade; café artesanal mineiro por R$1; rosca mineira com cobertura de leite condensado e coco ou leite condensado e ninho por R$ 2, e o pão de queijo recheado com patê de frango ou linguiça suína de produção própria e uma fatia de requeijão mineiro em barra, por R$ 7. “É uma receita super tradicional em Minas Gerais, e que tem surpreendido os cuiabanos que tradicionalmente estão acostumados com pão de queijo recheado com doce”, garante Hélio.


Segundo o mineiro, o diferencial dos produtos está na exigência na hora da compra. “Buscamos escolher bem os produtos, pensando sempre a qualidade da produção e que seja o mais artesanal possível. E também o amor e a dedicação que temos em servir nossos clientes e amigos”, finaliza.
 
Serviço

 
Delícias de Minas
Funcionamento: Segunda a sexta – das 06h30 às 10h e das 15h às 18h
Sábados – das 6h30 às 16h (Exceto 1° sábado do mês, em que é fechado)
Domingos – das 6h30 às 8h
Endereço: Rua Caldas Novas, Quadra 14, Casa 14, Jardim Gramado

Informações: INSTAGRAM ou (65) 99643-0052
 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image