25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Terça-feira, 17 de Dezembro de 2019, 13:57 - A | A

Terça-feira, 17 de Dezembro de 2019, 13h:57 - A | A

DEPUTADA FEDERAL

Deputada diz que Bolsonaro envergonha país e repudia declarações sobre Paulo Freire

Olhar Direto

A deputada federal Rosa Neide (PT) repudiou as declarações do presidente da República Jair Bolsonaro, que nesta segunda-feira (16) chamou o educador Paulo Freire, patrono da educação brasileira, de ‘energúmeno’. Para a parlamentar, Bolsonaro mais uma vez está envergonhando o país.


“Eu fico muito envergonhada como parlamentar e como professora. O Paulo Freire é o autor mais lido no mundo. É o educador que visitou mais países, mais universidades. Muita gente conhece o Brasil e nossa educação pelos escritos de Paulo Freire. Ai o presidente da República ao invés de se preocupar com projetos de educação, tenta desmoralizar um educador que só fez o bem pelo país”, disse a deputada, que também criticou a forma como o Governo federal está cuidando da Educação.

“Só digo que estou muito triste com o modelo que o presidente da República tem para educação, que é de destruição total”, afirmou.

O presidente, em entrevista coletiva classificou o educador de ‘energúmeno’, além de dizer que a TV Escola tinha programações de esquerda e era uma das responsáveis pelo desempenho ruim dos alunos.

O educador Paulo Freire foi declarado o patrono da educação brasileira em 2012. Ele desenvolveu uma técnica de ensino baseada em experiências de vida das pessoas, com êxito na alfabetização de adultos.

 


A sua obra chamada ‘Pedagogia do Oprimido’, escrita em 1968, é o único livro brasileiro a aparecer na lista dos 100 títulos mais pedidos pelas universidades de língua inglesa consideradas pelo projeto Open Syllabus.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image