25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2019, 10:48 - A | A

Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2019, 10h:48 - A | A

CASAL PLANEJOU

Preso casal que planejou latrocínio de empresário e ainda deixou policial militar ferido

Olhar Direto

Após cinco anos foragido, um casal apontado como articulador de um roubo seguido de morte ocorrido em Nova Monte Verde (968 km ao Norte de Cuiabá) foi preso pela Polícia Civil, na zona rural do município de Querência (945 km a Nordeste de Cuiabá). O trabalho foi realizado na data de 17 de dezembro.



Nilson Dessbesel, 46 anos, conhecido como “Gaúcho”, e sua esposa, Tatiana Aparecida do Nascimento Dessbesel, estavam com as ordens de prisão preventiva decretadas pela Comarca de Nova Monte Verde, por latrocínio.

Segundo a assessoria da Polícia Civil, o fato aconteceu no ano de 2014, quando a mando do casal, dois indivíduos armados invadiram um estabelecimento comercial para assaltar e renderam uma família.

A Polícia Militar foi acionada e logo que chegou ao local houve troca de tiros, culminando a morte do dono do mercado. Ainda na ocasião um policial militar foi atingido bem como sua arma de fogo e uma viatura da PM levada pelos suspeitos. 

No decorrer das diligências, os autores do roubo acabaram presos e o casal apontado como responsável por planejar o roubo identificado.

Conforme o delegado de Nova Monte Verde, Eugênio Rudy Junior, as investigações continuaram de forma ininterruptas para elucidação do caso. Os dois procurados, desde então, foragiram para o Estado de São Paulo onde permaneceram por certo tempo, até retornarem para Mato Grosso.

Após monitoramento foi identificado que Nilson e Tatiana estavam residindo em uma chácara na região da PA Brasil Novo, em Querencia. Com os mandados de prisão foi solicitado apoio a equipe de Querência, que rapidamente efetuou a prisão do casal  na zona rural.

Na cidade de Nova Monte Verde, foi cumprido a ordem de busca e apreensão domiciliar, tendo como endereço alvo a casa do pai da suspeita.


“A prisão dos intelectuais do gravíssimo crime é resultado do  empenho das equipes de policiais civis de Querencia e Nova Monte Verde, que não mediram esforços para dar fiel cumprimento aos mandados judiciais”, enalteceu o delegado Eugênio Rudy Junior.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image