19 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2019, 10:28 - A | A

Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2019, 10h:28 - A | A

PEDIDO DE SOCORRO

Menino de 11 anos liga para PM e pede socorro ao ver mãe sendo esfaqueada pelo pai em MT; 'Não é trote'

G1

Um menino de 11 anos ligou para o Centro Integrado de Ocorrências e Segurança Pública (Ciosp) pedindo socorro ao ver a mãe, de 32 anos, sendo agredida pelo pai dentro de casa na madrugada de sábado (14), no Bairro Doutor Fábio 1, em Cuiabá.

De acordo com a Polícia Militar, no momento da ligação, a criança estava com outros dois irmãos e chorava pedindo ajuda.

 
 
Criança chora no telefone pedindo socorro ao ver o pai esfaqueando a mãe

Criança chora no telefone pedindo socorro ao ver o pai esfaqueando a mãe

Em um momento da ligação, a atendente do Ciosp pergunta ao menino se era um trote e ele nega. (ouça o áudio acima).

“Meu pai está agredindo minha mãe. Não estou passando trote, por favor, me ajuda”, disse.

Ao chegar na casa, os policiais encontraram a mãe deitada na cama com vários ferimentos. Ela tinha uma ferimento na região do abdômen e a mão direita sangrava.

O suspeito, Carlos Fernando da Silva, de 38 anos, foi encontrado ao lado da cama observando a vítima. A faca estava jogada no chão.

Já as crianças, segundo a polícia, estavam escondidas atrás de um sofá da casa. Elas foram entregues para a avó.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e levou a vítima para o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Ela foi encaminhada ao centro cirúrgico. O atual estado de saúde da mulher não foi divulgado.

Carlos Fernando foi preso em flagrante suspeito de homicídio doloso tentado. Ele passou por audiência de custódia e teve a prisão convertida em preventiva.

O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM).

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image