19 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Sexta-feira, 29 de Novembro de 2019, 11:05 - A | A

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2019, 11h:05 - A | A

Calúnia

Servidora que acusa Emanuel não tem como provar e pode ser responsabilizada criminalmente

Uma servidora lotada no Hospital Municipal São Benedito acusa o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) de oferecer uma quantia em dinheiro para que um grupo de vereadores cassem o mandato do vereador Abílio Júnior (PSC) na Câmara de Cuiabá. Vale lembrar que Abílio está sendo investigado pela Comissão de Ética da Casa em processo administrativo que poderá culminar na cassação do seu mandato.

Conforme investigações realizadas pelo Centro Oeste Popular, a servidora pode estar mentindo e como consequência, poderá ser responsabilizada criminalmente. A reportagem do CO Popular apurou que ela não teria apresentado provas, e mais, que o vereador Juca do Guaraná (Avante), proprietário da residência onde teria ocorrido a reunião visando as tratativas para a cassação de mandato de Abílio, mora em um condomínio fechado, onde não constaria relatos da entrada da servidora, bastando buscar as imagens das câmeras de segurança para comprovar tal fato.
Ainda conforme apurado pelo CO Popular, a denúncia poderia se tratar de uma estratégia do vereador Abílio Júnior, que está em vias de perder o mandato e tenta, a todo custo, atrapalhar o processo aberto na Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá.


Comente esta notícia

Eurides 29/11/2019

Porque esse tal jornal não coloca o nome da funcionária e quem era o diretor do hospital na época.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image