19 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019, 10:58 - A | A

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019, 10h:58 - A | A

DEPOIMENTO

Gilmar Fabris presta depoimento como testemunha de Arcanjo em ação da Arca de Noé

Olhar Direto

O ex-deputado estadual Gilmar Fabris foi intimado para prestar testemunho nesta quarta-feira (27) em processo contra o suposto bicheiro João Arcanjo Ribeiro. A audiência, na Sétima Vara Criminal, ocorre em processo proveniente da Operação Arca de Noé.

 
 
 

 



A audiência será comandada pelo juiz Jorge Tadeu. O processo versa sobre suposto conluio para constituir, de forma fraudulenta, a empresa C. P. T. Aalmeida, forjando operações com a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT) no valor de R$ 3,3 milhões, com o fim de possibilitar o desvio de dinheiro dos cofres públicos estaduais.
 
Tais cheques nominais à C. P. T. Almeida eram encaminhados pelos próprios deputados para a Confiança Factoring, propriedade de Arcanjo, e lá eram trocados por dinheiro, ou por cheques emitidos pela Confiança e nominais aos então deputados Jose Geraldo Riva e Humberto Melo Bosaipo ou a pessoas ou empresas indicadas pelos parlamentares.
 
A Operação Arca de Noé foi deflagrada em 2002 pela Polícia Federal e desmantelou sistema financeiro à margem do oficial liderado pelo suposto bicheiro João Arcanjo Ribeiro.

 


 

 
 


O então criminoso contava com o auxílio de políticos justamente como os ex-deputados José Riva e Humberto Bosaipo. O objetivo era desviar dinheiro público por meio de empresas fantasmas e depois lavara quantias nas factorings de Arcanjo.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image