28 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Quinta-feira, 02 de Maio de 2024, 14:56 - A | A

Quinta-feira, 02 de Maio de 2024, 14h:56 - A | A

"PEDE SOCORRO"

Vereadora propõe solução emergencial ao Centro Histórico de Cuiabá

Redação

A vereadora Maysa Leão (Republicanos), integrante da Comissão de Indústria e Comércio da Câmara de Cuiabá, propôs para os seus pares, uma solução emergencial para a região central da capital, local histórico e que hoje se encontra sob pedido de ‘socorro’. A vereadora contou com a presença do arquiteto Luis Alberto Ambrósio Camara, que apresentou juntamente com a republicana um projeto a ser aplicado na cidade.

“Nós ouvimos muito falar que o Centro Histórico de Cuiabá pede socorro. E o arquiteto Luiz Camara é uma pessoa que tem propriedade, que vive em Cuiabá, que conhece a cidade e que trabalha nessa área. Ele, ao invés de só falar, trouxe uma solução”, declarou a vereadora Maysa Leão.

O projeto emerge da ideia de uma Parceria Público Privada (PPP) de estabilização e retrofit de fachada das casas do centro histórico, ao qual muitos se encontram em situação deteriorada. Na prática, seria oferecida uma dedução fiscal em IPTU às empresas que se propuserem a participar da revitalização do Centro de Cuiabá.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

“De primeiro sensibilizar mais ainda a população em relação ao que está acontecendo no Centro Histórico. E isso é uma coisa que me entristece bastante como arquiteto [...] Então eu criei um projeto que seria o ‘SOS Centro Histórico’. Ele não recuperaria piso interno em casa, ele não recuperaria porta interna, nada disso. Efetivamente seria um projeto para estabilizar estruturalmente a fachada do imóvel, ou seja, para não cair, coisa que está acontecendo toda hora. E eu senti que seria um projeto para estabilizar a estrutura emergencialmente, não deixar o imóvel cair e pintar, deixar a fachada perfeita, atraindo a visitação do público e servindo justamente de demonstração do que poderia ser o nosso histórico”, declarou o arquiteto Luis Camara, na Comissão de Indústria e Comércio.

Além de participar da Comissão, o arquiteto discursou na Tribuna Livre sobre o projeto, que foi bem recebido pelos vereadores da Casa. A vereadora Maysa Leão agendará uma audiência pública para debater a efetivação da iniciativa.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image