19 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019, 09:51 - A | A

Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019, 09h:51 - A | A

FUGIU

Suspeito de assaltar sítio e fugir levando família como refém se apresenta à polícia e é preso em MT

G1

Um jovem de 24 anos suspeito de invadir um sítio, na zona rural de Brasnorte, a 580 km de Cuiabá, na segunda-feira (25) e fugir levando um carro e a família como refém, se apresentou na delegacia de Comodoro, a 677 km da capital, e foi preso, nesse sábado (30).

Segundo a Polícia Civil, o suspeito será encaminhado para audiência de custódia na Justiça.

Ainda no dia do crime, uma adolescente de 16 anos, também apontada como suspeita do crime, foi detida.

Durante o assalto, o proprietário da chácara conseguiu escapar, entretanto, a mulher e a filha dele, de 1 ano, continuaram em poder dos criminosos.

Os suspeitos seguiram em direção à cidade de Sapezal, a 473 km de Cuiabá.

Os policiais tentaram cercar os criminosos. Porém, eles não obedeceram à ordem de parada. Houve perseguição. Os suspeitos atiraram contra o carro da polícia e fizeram a criança de escudo.

Em determinado ponto da cidade, o condutor do veículo perdeu o controle. O carro bateu no meio-fio e o pneu estourou. Um dos suspeitos saiu do veículo correndo e apontando uma arma de fogo contra para os policiais. Eles fez vários disparos.

O suspeito conseguiu fugir por um matagal. Nesse instante, a comparsa saiu do carro apontando um canivete para o pescoço da criança. Entretanto, segundo os policiais, ao sair do veículo, a suspeita caiu.

A mãe da criança conseguiu tomar o canivete da suspeita e desferiu um golpe contra a mesma. Assim, consegui resgatar a criança.

Dentro do veículo, os policiais encontraram uma espingarda e nove cartuchos calibre 28, cinco estavam carregados. Tanto o veículo, quanto arma, munições e o canivete foram entregues à delegacia.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image