25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Terça-feira, 31 de Dezembro de 2019, 11:51 - A | A

Terça-feira, 31 de Dezembro de 2019, 11h:51 - A | A

ATIRAR EM HOMEM

Segurança é preso após atirar em homem que bebia água em posto de gasolina; relatou ameaça com faca

OLHAR DIRETO

Um segurança, identificado como Francisco Inácio Araújo Neto, de 47 anos, foi preso na madrugada desta terça-feira (31), após atirar em outro homem, Francisco da Conceição de Sousa, de 41, que estava bebendo água em um posto de gasolina, em Querência (959km de Cuiabá). O suspeito relatou que foi ameaçado com uma faca, e por isso teria atirado.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, os policiais foram acionados somente quando a vítima chegou ao Hospital Municipal, com lesão por arma de fogo. No local, Francisco da Conceição contou à Polícia que, ao passar na frente de um posto de gasolina, chamou duas vezes pelo vigia, mas, sem resposta, entrou por um vão que estava aberto, para tomar água.

A vítima contou que, enquanto estava tomando água, o segurança veio em sua direção e o mandou deitar ao solo. Neste momento, disparou contra a vítima, com um projétil de calibre .38, que atingiu a perna esquerda. Ele também sofreu lesões corporais devido à queda e aos chutes.

O suspeito, por sua vez, afirmou que estava trabalhando com os portões fechados, sem acesso para o público, e que não ouviu ninguém o chamar. Ele disse que se deparou com a vítima dentro do posto, sentado, e que o convidou para ir embora. O segurança disse que a vítima, então, se levanto e sacou uma faca de sua cintura, e foi em sua direção.
 

Francisco Inácio Araújo Neto ainda afirmou que pediu para o homem largar a faca, mas não foi obedecido. Então, ele teria feito o disparo para contê-lo. O segurança confessou os chutes. Ele foi preso pelo disparo, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal. O suspeito e as materialidades foram levadas à delegacia da Polícia Judiciária Civil (PJC) para as providências cabíveis. 
 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image