23 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019, 08:52 - A | A

Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019, 08h:52 - A | A

MANDO DO FILHO

Segundo suspeito de matar construtor supostamente a mando do filho da vítima é preso em MT

G1

Mais um homem foi preso em Sinop, a 503 km de Cuiabá, nesta sexta-feira (6), suspeito de ter participado da morte do construtor João Bento Espíndola, de 44 anos, em 26 de agosto deste ano.

Conforme o delegado da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf), Ugo Mendonça, o suspeito foi localizado na casa da mãe após permanecer foragido desde o dia do crime.

“Nós já temos um mandado de prisão contra ele. Ele havia fugido para um assentamento e descobrimos que ele estava Sinop. Fomos até a casa da mãe dele, que estava ajudando a esconder o suspeito e mentiu que ele não estava no local”, disse o delegado.

Ainda segundo ele, os policiais viram quando o suspeito saiu da casa de bicicleta e, mesmo com a ordem de parada, continuou fugindo.

“Mandaram ele parar, mas ele continuou fugindo. Foram feitos disparos de advertência e um dos tiros acertou o pé dele, possibilitando a prisão. Possivelmente ele é a pessoa que efetuou os disparos mediante o pagamento de R$ 7 mil”, afirmou o delegado.

O filho do empresário, de 18 anos, foi preso suspeito de ter encomendado a morte do pai.

O filho teria entrado na casa junto com pelo menos outros dois criminosos, simulando um assalto.

Os criminosos entraram no quarto onde o construtor João Bento Espíndola dormia com a mulher, que é mãe do suspeito, e um deles atirou na cabeça da vítima.

O morador chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas acabou morrendo.

Os criminosos levaram uma caminhonete que pertencia a João Bento e obrigaram esse outro filho, que não tem participação no crime e já estava na casa, a dirigir o veículo.

Depois de percorrer alguns quilômetros, os criminosos liberaram a vítima em outro bairro da cidade e abandonaram a caminhonete em outro lugar.

Ainda não se sabe qual teria sido a motivação do crime.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image