25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Quinta-feira, 28 de Novembro de 2019, 11:44 - A | A

Quinta-feira, 28 de Novembro de 2019, 11h:44 - A | A

AJOELHADA EM PEDRAS

Mulher é torturada por mais de 2h e agredida pela marido

GAZETA

Mulher de 29 anos foi torturada pelo marido por mais de 2h, dentro da casa em que eles moram, em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), na noite de quarta-feira (27). Após ser torturada e agredida com socos e chutes, o agressor fugiu levando o filho do casal, uma criança de dois anos.

 

De acordo com as informações, o casal mora junto há 5 anos e desse relacionamento tiveram um filho, uma criança de dois anos. Na noite de quarta, por motivos fúteis, ela foi submetida à sessão de tortura. 

 

 

A vítima narrou que ficou ajoelhada em cima de pedras por mais de 2h. Enquanto isso era agredida com socos na barriga, pescoço e chutes no quadril. 

 

Para evitar com que os vizinhos ouvissem os gritos da mulher, o agressor aumentou o volume do som, abafando qualquer indício sonoro dentro da casa. Após o crime, ele pegou o filho do casal e fugiu por rumo ignorado. 

 

A vítima acionou a Polícia Militar via 190 para registrar o caso. Conforme os policiais, ela apresenta lesões e escoriações. Ela vai representar o homem criminalmente. Em buscas, a polícia não localizou o suspeito. O crime será encaminhado à Polícia Civil.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image