25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Terça-feira, 17 de Dezembro de 2019, 16:53 - A | A

Terça-feira, 17 de Dezembro de 2019, 16h:53 - A | A

PERIGOSO

Fugitivo de delegacia é preso como segurança de boate de sexo em MT

FOLHA MAX

Um preso que fugiu da 1ª Delegacia de Sinop, a 503 km de Cuiabá, no dia 15 de novembro, foi recapturado trabalhando como segurança em uma casa de prostituição no Centro de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, nessa segunda-feira (16). Gelson dos Reis Azevedo, de 25 anos, e outros dois homens haviam sido presos no mês passado suspeitos de roubo.

No dia da fuga, Gelson e os comparsas foram retirados da cela para conversarem com o advogado deles em particular. Após a conversa, os agentes realizaram o procedimento para retornar os suspeitos para a cela, entretanto, Gelson e um dos comparsas não estavam mais na delegacia.

 

Foi feito buscas na região, mas eles não foram encontrados. A suspeita é que os suspeitos fugiram pelo telhado da delegacia.

Na noite dessa segunda-feira, a Polícia Militar, em ronda pela cidade, viu Gelson na boate e levantou suspeita. Os policiais abordaram o foragido e ele apresentou documentos de outra pessoa.

Ao questioná-lo sobre a identidade, o suspeito acabou confessando que os documentos eram falsos e apresentou os verdadeiros. Ele contou à polícia que estava trabalhando como segurança na casa de prostituição.

O suspeito foi detido no local e encaminhado à 1ª Delegacia de Rondonópolis. Gelson deve passar por audiência de custódia ainda nesta terça-feira (17) no Fórum de Rondonópolis e deve responder agora por uma lista maior de crimes.

Segundo a polícia, além do roubo, ele responderá por fuga e falsidade ideológica. Gelson e um comparsa foram presos no mês passado suspeitos de roubar uma empresa no Centro de Sinop.

De acordo com a polícia, eles renderam os funcionários do local e fugiram levando dinheiro, celulares e uma picape. Durante a fuga, os suspeitos capotaram o veículo já na Estrada Nanci, na zona rural de Sinop, e foram presos.

Ao serem levados à delegacia, os suspeitos fugiram. O comparsa de Gelson ainda não foi localizado.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image