19 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Terça-feira, 31 de Dezembro de 2019, 10:44 - A | A

Terça-feira, 31 de Dezembro de 2019, 10h:44 - A | A

REVISTA

Agentes fazem revista em cela de suspeito que teria mandado matar mulher em MT

G1

Agentes penitenciários realizaram revista em uma cela da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, na manhã desta segunda-feira (30), onde Izaias Pereira Duarte cumpre pena. Ele foi apontado pelo filho de 7 anos como mandante da morte de Daiany Tatsch Gorget Duarte, de 25 anos.

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), a revista foi realizada para saber se há algum objeto proibido dentro da cela, como celulares, rádios e outros aparelhos de comunicação.

Nenhum aparelho foi encontrado pelos agentes, segundo a secretaria.

Izaias está preso na PCE desde abril deste ano. Ele responde por crimes de homicídio, latrocínio tentado, disparo de arma de fogo e organização criminosa.

 
Daiany Tatsch Gorget Duarte foi assassinada com um tiro na cabeça — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Daiany Tatsch Gorget Duarte foi assassinada com um tiro na cabeça — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Segundo a Polícia Militar, na madrugada desta segunda-feira Daiany foi encontrada morta dentro de casa com um tiro na cabeça. No local, os policiais encontraram os três filhos da vítima.

Um deles, de 7 anos, após o crime, teria corrido para a rua com um dos irmãos pequenos no colo para pedir socorro.

Ele disse à polícia que dois homens invadiram a casa e disparam contra a mãe deles. Segundo a polícia, o menino ainda disse que o crime foi cometido a mando do pai que está preso.

A criança disse que não conhece os homens que invadiram a casa. Ela e os irmãos ficaram sob os cuidados da avó materna.

O caso deve é investigado pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image