23 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Segunda-feira, 23 de Dezembro de 2019, 13:58 - A | A

Segunda-feira, 23 de Dezembro de 2019, 13h:58 - A | A

ACUSADA

Acusada de matar amiga com facada no peito vai enfrentar tribunal do júri em MT

G1

Aldirene da Silva Santana, de 26 anos, acusada de matar a amiga Fernanda Souza, de 22 anos, com uma facada no peito, vai ser julgada pelo tribunal do júri em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. A decisão é do juiz Wagner Plaza, que ainda vai definir a data em que ela será julgada.

Fernanda foi assassinada em uma quitinete no Bairro Jardim Paulista, em Rondonópolis, onde Aldirene morava.

Conforme a denúncia feita pelo Ministério Público Estadual (MPE), Aldirene e Fernanda eram amigas. Aldirene teria falado para o namorado de Fernanda que ela se relacionava com outros homens. O boato espalhado pela ré, segundo o MPE, se deu porque a vítima estava se relacionando com o ex-namorado dela.

 
Fernanda Souza Silva, de 22 anos, foi morta durante uma briga em Rondonópolis — Foto: Facebook/Reprodução

Fernanda Souza Silva, de 22 anos, foi morta durante uma briga em Rondonópolis — Foto: Facebook/Reprodução

No dia do crime, Fernanda e o então namorado resolveram terminar a relação, mas a vítima foi até a casa de Aldirene para tirar satisfações sobre o boato. Após uma discussão, Aldirene teria pego uma faca e deu um golpe no peito da vítima, que morreu devido às lesões no pulmão e coração.

Uma testemunha que foi com Fernanda até o local contou à polícia que quando chegaram na casa de Aldirene, a suspeita já estava armada com uma faca e permaneceu armada durante a conversa. Entretanto, em determinado momento, elas começaram a discutir, até que a suspeita desferiu um golpe no peito de Fernanda.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image