23 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

CIDADES Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2019, 14:30 - A | A

Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2019, 14h:30 - A | A

TRANSPORTE COLETIVO

Cuiabá anuncia vencedoras de licitação

FOLHA MAX

O prefeito Emanuel Pinheiro assina o contrato para a concessão da operação do transporte coletivo em Cuiabá, na segunda-feira (23). As empresas vencedoras da licitação foram anunciadas nesta quinta-feira (19) após comprovarem, ao longo de três etapas, capacidade técnica e financeira para a prestação do serviço.

A assinatura acontece às 9h no auditório do Palácio Alencastro, onde Pinheiro concederá coletiva de imprensa. “Esta é uma licitação histórica, lançada depois de quase 20 anos. Também é um dos meus compromissos mais emblemáticos e que tenho alegria enorme em honrar, priorizando a humanização e o respeito às pessoas.”

 
 

O edital, lançado em agosto, divide as linhas de ônibus em quatro lotes e prevê investimentos em melhorias para o transporte coletivo da Capital ao longo de 20 anos, prorrogáveis por mais cinco. O certame estabelece redução na idade média dos veículos de 5.5 para 4.5 anos.

No mês de outubro, quando a licitação foi aberta, cinco empresas oficializaram interesse na prestação do serviço: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA; Viação Paraense LTDA e Pantanal Transporte Rodoviário; e Serviço de Locação Eireli.

O resultado foi divulgado no Diário Oficial de Contas de ontem e será homologado nesta sexta-feira (20). A partir da assinatura, as vencedoras terão até 180 dias para que comecem a atuar na cidade. Diante disso, o contrato emergencial firmado com as atuais empresas será prorrogado, garantindo o atendimento à população.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image