25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

VARIEDADES Segunda-feira, 23 de Dezembro de 2019, 15:09 - A | A

Segunda-feira, 23 de Dezembro de 2019, 15h:09 - A | A

GASTRONOMIA / TURISMO

Lei reconhece Passagem da Conceição, Bom Sucesso e outras cinco regiões como polos gastronômicos

OLHAR CONCEITO

A lei nº 4552/2019 reconhece a Comunidade da Passagem da Conceição, Distrito de Bom Sucesso, Praia Grande, Engordador, Pai André, Jardim Potiguar e Região do Chapéu do Sol como polos gastronômicos de Várzea Grande. A lei foi sancionada pela prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), na última terça-feira (17) e é de autoria do vereador Rodrigo Coelho (PTB).
 



Por meio da lei, o Poder Executivo, por intermédio dos órgãos competentes, atuará no sentido de apoiar a implementação e o desenvolvimento do polo gastronômico e cultural, especialmente quanto à: adequação do trânsito para veículos e pedestres; aumento das vagas para estacionamento de veículos; promoção e organização de eventos; instalação de sinalização vertical com indicação dos estabelecimentos integrantes do polo e inclusão no roteiro turístico oficial de Várzea Grande.


A Comunidade da Passagem da Conceição atrai turistas de todo país por conta dos restaurantes na beira do Rio Cuiabá. Os pontos oferecerem comidas típicas do estado como maria izabel, sarapatel, mojica de pintado, peixe frito, farofa de banana, cabeça de boi e outros.

A população cresceu em volta do rio, que, em 1813, já era o local por onde se ia de Várzea Grande para Cuiabá, Livramento e Jangada. Na balsa, produtores carregavam carne seca, mandioca, banana e outros itens para vender do outro lado das águas. Quem comandou a primeira balsa foi seu Manoel da Conceição, o que deu o nome ao distrito.

“Pra vir até Passagem da Conceição não tinha como vir por Várzea Grande. Era por Cuiabá. Então começou através dessa travessia”, lembra Wilson Nunes da Cunha, 46, atual presidente de bairro, que já trabalhou Como canoeiro. “Seu Manoel da Conceição que foi o primeiro canoeiro daqui da Passagem, e por causa desse nome dele, chegou a imagem da santa, Nossa Senhora da Conceição.”.

Já o Distrito Bom Sucesso faz parte da Rota do Peixe. A primeira peixaria aberta no distrito, a Peixaria Beira Rio, funciona e atrai turistas até hoje. “Depois que o pessoal viu o fluxo de gente que estava chegando, e que a gente mesmo não estava conseguindo atender todo mundo (...) que foram surgindo as outras peixarias”, lembra a proprietária Antonia Terezinha de Souza.
 

““Não fizemos culinária, nada! Aprendemos em casa, na beira do rio mesmo. A gente serve arroz, farofa de banana - que é farofa mesmo, não é só farinha - a mujica de pintado, pirão, saladinha de legumes, pintado e pacu fritos, e, quando tem piraputanga, a gente frita também”, conta.

 


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image