25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019, 08:50 - A | A

Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019, 08h:50 - A | A

SUCESSÃO MUNICIPAL

Governador se empenha, mas Gilberto não deve ser candidato em 2020

REDAÇÃO

Da Redação

O governador Mauro Mendes (DEM) tem colocado a saúde pública como prioridade, regularizando os repasses aos municípios e recentemente anunciando a retomada das obras do Hospital Universitário Júlio Müller e do Hospital Central. Essas ações, nos bastidores, reforçariam o nome do secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo (PSB) para uma possível disputa à Prefeitura de Cuiabá, porém, o que se vê é que o titular da SES não tem conseguido viabilizar o projeto político, sendo que seu nome perdeu força e praticamente não é mais apontado como pré-candidato. Gilberto tem estreita ligação com Mauro Mendes, de quem foi secretário de Educação enquanto Mendes foi prefeito da Capital, o que explicaria o empenho do governador para tentar viabilizar uma possível candidatura a prefeito de Gilberto, mas o que se vê, e se comenta nos corredores do Palácio Alencastro, é que o perfil do secretário de Saúde não faz com que a pré-candidatura decole.

Gilberto é considerado sem carisma, arredio, que evita o contato com a imprensa e também com a população, mesmo sendo vereador licenciado. Ele também é cobrado pela sua base eleitoral, a quem teria abandonado. “O ano que vem, com certeza absoluta, estarei onde Deus quiser. Se Deus entender que é melhor para a população, melhor para a minha vida, que eu seja candidato, Ele vai conduzir para isso.

Ele vai traçar os caminhos necessários para que eu possa estar em um partido que queira que eu seja candidato. Se Deus entender que o melhor para a população, melhor para cumprir a missão dele para mim, seja secretário, vereador, isso que vai acontecer. Eu não fico fazendo grande exercício, esforço, angústia de tentar antecipar aquilo que eu vou ser amanhã. Coloco na mão dele. Tudo na minha vida foi por obra de Deus, ele quer o melhor para mim, eu tenho certeza, e assim que vai ser. Eu vou estar feliz com a decisão que Ele tomar. Se eu for candidato a prefeito, estarei feliz, se eu for secretário, estarei feliz. Estarei feliz onde eu estiver”, disse Gilberto em entrevista à rádio Capital FM na semana passada, demonstrando ainda indecisão sobre seu futuro político. Enquanto isso, nos bastidores e mesmo nos noticiários, ganha cada vez mais força o nome do secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho Júnior, que ainda não confirmou, mas também não descartou, a possibilidade de se lançar candidato pelo partido na disputa pelo Palácio Alencastro.

 “Eu fico satisfeito de lembrarem do meu nome como possível pré-candidato. Eu nunca pensei em ser secretário de Estado, mas fui convidado e aceitei. Nunca pensei em ser candidato a vereador, nem síndico do meu condomínio, em disputar nenhuma eleição. E agora meu nome está sendo cogitado. Isso significa que estou fazendo um bom trabalho na Casa Civil. Mas neste momento não posso dizer que sim nem que não”, tem afirmado o secretário. O empresário ainda não é filiado a nenhum partido, mesmo assim garantiu que o DEM terá candidatura própria na capital e não existe nenhuma possibilidade de aliança sem que os democratas tenham um candidato a prefeito.

“O grupo do governador gosta de desafios e enfrentamentos. Se a gente for analisar dessa forma, de forma nenhuma o Mauro seria candidato ao Governo de Mato Grosso, haja vista as condições que nós recebemos esse Estado. É legitimo esse grupo do governador, ele que é nosso líder numero 1, já foi prefeito da Capital, lançar um candidato, até por conta disso. Da mesma forma. É isso que o DEM tem construído e colocado junto à opinião pública e com certeza nós teremos um candidato a prefeito em Cuiabá no ano de 2020”, pontuou.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image