19 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Sexta-feira, 29 de Novembro de 2019, 14:18 - A | A

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2019, 14h:18 - A | A

AGRESSÃO

PM é suspeito de agredir homem em boate e atirar para o alto em Cuiabá

G1

Um policial militar é suspeito de ter agredido um homem dentro de uma boate sertaneja na madrugada desta sexta-feira (29) e atirar para o alto na frente do estabelecimento, em Cuiabá. Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a situação ocorreu no bairro Jardim Europa, na capital.

O soldado da PM, Jean de Souza Gonçalves, de 29 anos, foi identificado, mas não foi encontrado.

A polícia foi chamada e informada sobre uma confusão por volta de 3h30 (horário de Mato Grosso) no interior da boate sertaneja, localizada na Avenida Jaques Brunini.

Os seguranças do bar contaram à PM que um dos envolvidos na confusão fez disparos na saída atirando para o alto. No entanto, nem o policial e nem as vítimas foram encontradas no estabelecimento.

Momentos depois um casal ligou para a polícia e se identificou como os envolvidos na confusão. O homem, de 34 anos, e a mulher dele, de 31 anos, acusaram o PM de agressão e por ter feito os disparos.

O homem afirmou que o policial deu socos no rosto dele e disparou cinco vezes na frente da boate. Ele foi socorrido e encaminhado para a policlínica com um corte no rosto. O casal registrou boletim de ocorrência na Central de Flagrantes de Cuiabá.

 

Os policiais foram até a casa do soldado, mas ele não estava no local e não foi encontrado até a manhã desta sexta-feira.

Nota da Corregedoria da Polícia Militar ao G1

A Polícia Militar por meio da Corregedoria informa que até o momento não foi informada oficialmente. Destaca que o documento deverá ser encaminhado via Batalhão da área onde o fato ocorreu. Tão logo chegue, será instaurado uma sindicância disciplinar.

Esclarece ainda que a Corregedoria possui uma Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão, que funciona das 7h às 19h - para recebimento de denúncias, localizado no bairro Jardim Paulista, na Avenida Miguel Sutil, além do Ganha Tempo, no bairro CPA I, onde funciona a Ouvidoria Setorial da PM, apta também para receber denúncia.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image