19 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍCIA Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019, 10:26 - A | A

Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019, 10h:26 - A | A

JÁ TINHA PASSAGENS

Farmacêutico é preso após estuprar cliente de 17 anos no Tijucal

GAZETA

Farmacêutico de 54 anos foi preso após ser acusado de estuprar uma jovem de 17 anos, no começo da tarde de quinta-feira (12), dentro do estoque de medicamentos da farmácia, localizada no bairro Tijucal, em Cuiabá. Em checagens, a polícia descobriu que ele já tinha passagens pelo mesmo crime em 2010.

 

De acordo com as informações da Polícia Militar, a jovem e a mãe foram até a delegacia para denunciar o crime. A vítima estava muito nervosa e chorava o tempo todo.

 

Ela contou que foi até a unidade e acabou sendo atendida pelo suspeito. Segundo ela, durante o atendimento pediu informações cobre uma injeção anticoncepcional, qual ela desejava usar. 

 

 

O suspeito a chamou para a sala de medicações e começou a fazer perguntas de cunho sexual. Questionou a jovem se ela já tinha tido orgasmos, se o namorado tinha ejaculação precoce e até mesmo se ela se masturbava. 

 

A jovem ficou assustada e o questionou sobre a motivação das perguntas. O suspeito teria respondido que iria ensiná-la. Em seguida, passou a acariciar a genitália da menina e os seios.

 

Ela conseguiu correr e foi para casa, onde contou para a mãe o que aconteceu. PM foi até o local e deu voz de prisão ao agressor, que já tem passagem pelo mesmo crime no ano de 2010 na cidade de Itaúba (600 km ao Norte de Cuiabá).

 

Aos policiais, o homem negou as acusações. Disse apenas que explicou os efeitos colaterais da injeção. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes e autuado pelo crime de estupro e importunação.


Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Centro-Oeste Popular (copopular.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.


image