Política MT

19/05/2017 10:54

PSDB de MT quer renúncia de Temer

Presidente do PSDB em Mato Grosso, o deputado federal Nilson Leitão defende a renúncia imediata do presidente Michel Temer (PMDB), gravado pelo presidente da JBS, Joesley Batista, dando aval a pagamento de propina para garantir que o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) não firme acordo de colaboração premiada.

"A renúncia é necessária para permitir que a estabilidade seja reestabelecida nesse momento tão crítico do país; mesmo entendendo a melhora da economia e do emprego, é necessário estancar a crise imediatamente", diz trecho da nota.

Além disso, ele sugeriu que os presidentes da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), abram mão de ocupar a presidência, passando o cargo para a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Carmen Lúcia, que ficaria responsável por convocar novas eleições. "A ministra será responsável pela condução de novo processo eleitoral pela presidente do STF, Carmen Lúcia, em no máximo 30 dias, como determina a Constituição Federal", completa.

Leitão também defendeu a saída do presidente nacional do partido, Aécio Neves (PSDB), da direção da sigla até que se encerre as investigações. Aécio foi afastado da função de senador por decisão do ministro Edson Fachin e chegou a ter a prisão preventiva solicitada pelo procurador da República, Rodrigo Janot.

Íntegra da nota do PSDB de Mato Grosso:

Diante da crise partidária que se abateu sobre o meu partido, e da convulsão institucional que já assolava o país há tempos e se agravou nas últimas 24 horas, gostaria de deixar clara a posição que defenderei:

- Defendi o Afastamento do senador Aécio Neves da presidência do PSDB,até que sejam esclarecidas as denúncias que pesam sobre ele;

- Desembarque imediato do PSDB do Governo de Michel Temer, com a entrega dos cargos pelos ministros do partido;

- Renúncia do presidente Michel Temer, para permitir que a estabilidade seja reestabelecida nesse momento tão crítico do país; Mesmo entendendo a melhora da economia e do emprego, é necessário estancar a crise imediatamente;

- Disposição dos presidentes da Câmara e do Senado em abrirem mão da linha sucessória para a Presidência da República na vacância do cargo, permitindo que a presidente do STF assuma o cargo interinamente;

- Condução de novo processo eleitoral pela presidente do STF, Carmen Lúcia, em no máximo 30 dias, como determina a Constituição Federal.

Dep. Nilson Leitão (PSDB-MT)


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo