Política

13/02/2019 08:52 G1

Ex-vereadora é condenada a 11 anos de prisão por compras superfaturadas com notas falsas para Câmara de Cuiabá

A Justiça de Mato Grosso condenou a ex-vereadora, Francisca Emília Santana Nunes, a Chica Nunes, a 11 anos de prisão por compras superfaturadas com notas falsas para a Câmara de Cuiabá. A fraude ocorreu entre os anos de 2004 e 2006. À época, Chica Nunes era presidente da Casa de Leis.

Ao todo, Chica Nunes foi condenada a 11 anos, um mês e 10 dias de reclusão e ao pagamento de 50 dias-multa. A decisão é do juiz Marcos Faleiros, da Vara Contra o Crime Organizado de Cuiabá.

A pena deve ser cumprida, inicialmente, em regime fechado. Entretanto, a ré pode aguardar o julgamento de algum recurso em liberdade.

Na mesma decisão, Chica Nunes, que também foi deputada estadual, foi condenada a ressarcir os cofres públicos. O valor, entretanto, ainda deve ser apurado pela Justiça.

Na época em que o esquema foi descoberto, o prejuízo era estimado em quase R$ 7 milhões.

Segundo o Ministério Público, Chica Nunes e outros nove réus na ação teriam usado licitações fraudulentas com o uso de empresas-fantasmas constituídas em nome de “laranjas” e notas clonadas para desviar dinheiro público.

Em uma das compras teriam sido adquiridas grandes quantidades de gelo, refrigerante e leite.

 

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo