Estado

10/08/2018 12:30

Controladoria Geral do Município em Cuiabá é referência para a Prefeitura de Rondonópolis

O extenso trabalho em prol da transparência pública e dos controles sociais e internos da Prefeitura de Cuiabá consolidou a Controladoria Geral do Município como um modelo de referência para Rondonópolis. E em visita à Capital, os gestores vieram em busca de orientações e trocas de experiência com a instituição, a fim de ampliarem seus conhecimentos e coletar ideias e sugestões para o alicerçamento deste mesmo setor na estrutura municipal de sua cidade. O encontro foi marcado por um amplo diálogo a respeito das iniciativas desenvolvidas pela CGM, como os programas Escola Transparente, Semana da Transparência, além de seus principais procedimentos internos, envolvendo os órgãos de controle como o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público.

“Uma gestão responsável se preocupa com a qualidade e probidade de suas ações e a Controladoria Geral do Município atua neste sentido, com procedimentos internos e externos que certifiquem que todas as engrenagens estão operando em conformidade. A transparência pública é um dos atributos imprescindíveis deste nosso trabalho, pois é a garantia ao cidadão de que ele possui acesso livre à Prefeitura e não só pode, como deve acompanhar a forma como os seus recursos são investidos na cidade. E para trazer o contribuinte para perto, estendemos esse trabalho por meio de iniciativas voltadas para o controle social - especialmente dedicadas para o público infantil e familiar. Com propostas lúdicas e interativas, a Semana da Transparência e o Concurso de Desenho e Redação exploram a consciência cidadã nos pequenos, usando a criatividade como sua força motriz. E para envolver os pais na dinâmica estudantil da rede pública de ensino, a Escola Transparente confere todos os detalhes cruciais vinculados à vida escolar das crianças”, afirmou Marcus Brito, controlador-geral do Município.

A união entre as iniciativas didáticas voltadas para a população e os procedimentos internos - que promovem a eficiência nas demais secretarias - transformaram Cuiabá em um exemplo para além das fronteiras mato-grossenses. Com frequentes avaliações positivas entre os principais rankings de transparência pública, a CGM segue à risca a Lei de Acesso à Informação, por considerar que o conhecimento é a ponte que conecta o poder público e o cidadão. Este mecanismo operacional, fruto de um profundo investimento iniciado há cinco anos, é o que cativou a Prefeitura de Rondonópolis, que viu na troca de expertises a oportunidade de aprender lições a partir dos desafios já transpostos pela Capital, à medida que passa a delinear sua própria forma de atuação, inspirada nas decisões assertivas do órgão.

Para o auditor-geral de Rondonópolis, José Fabrício, boas práticas efetivas precisam ser replicadas. “O trabalho desempenhado pela Prefeitura é realmente inspirador, desde o trato com a transparência, passando pela Lei de Acesso à Informação. E por saber quais iniciativas funcionaram bem e considerando que estamos implementando nossa Ouvidoria, queremos absorver tudo aquilo que nos pode ser útil, pois o nosso anseio é que esse setor opere em sua máxima efetividade. E nesta troca, compreendemos alguns trâmites internos e as posturas cujos reflexos são positivos na gestão e na cidade. É importante ter esse referencial, pois ele servirá como um como forte auxílio para a execução da nossa missão, enquanto servidores públicos. As ações de controle social e seus resultados também são motivadores e em breve voltaremos com o nosso ouvidor-geral e o prefeito para tratarmos a viabilidade de suas respectivas aplicabilidades e creio que no tempo oportuno - e dentro de nossas limitações - implantaremos elas no município”, concluiu.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo